Tipos de Programas de Fidelidade

Qualquer tipo de relação deve ter um de seus pilares a fidelidade, correto? Pense o seguinte, um amigo tem que ser fiel ao outro, uma mãe ao filho, o namorado a namorada, para que essas relações tenham uma longevidade. O mesmo acontece com a relação cliente – empresa e/ou produto.

Outra coisa que acontece nas relações, são as surpresas boas, seja um presente, um passeio ou qualquer outra ação positiva. As empresas perceberam isso e resolveram proporcionar experiências boas com seus clientes.

São os programas de fidelidade, nutrindo a relação com, o próprio nome diz, fidelidade e também surpresas. Vamos explicar melhor agora.

Esses programas surgiram com o objetivo, de alimentar a relação das empresas com seus clientes, gerando um elo de benefícios para ambos. Quanto mais as pessoas vão em busca da mesma marca, elas recebem prêmios. Consequentemente,  gerando mais um outro motivo para o cliente voltar para empresa em questão.

Para ter noção de como o resultado é positivo para estabelecimentos que aderem ao programa de fidelidade, já se tem relatos de muitos, com aumento de vendas em 25% em poucos meses!

Bom, né? Mas calma, o gestor não deve resolver aderir um programa qualquer de fidelidade e vai ter grandes resultados. Tem que pensar no que dever ser melhor ao negócio.

Há diversos tipos, porém, vamos falar um pouco sobre 3 principais.

Programas de Coalizão

Se você nunca viu, com certeza já ouviu falar em alguns dos mais famosos do Brasil. Multiplus (TAM Fidelidade), Smiles e o Dotz. A ideia é que, em parceria, várias empresas se juntem para criar uma coalizão em volta de uma moeda “alternativa”, transformada em pontos.

Então, quanto mais o cliente compra nas empresas dentro da rede, mais pontos se acumula e pode trocar por outros produtos, passagem aéreas e entre outras coisas.

O grande diferencial do programa é uma maior possibilidade de prêmios, em diversos setores, apenas precisa juntar os pontos necessários para cada recompensa.

Programas de Cashback

O mais novo da turma, o mais recente chegado ao Brasil. Aqui sai de cena a conversão em pontos e entra a recompensa em dinheiro. Ao comprar algo, parte do gasto, voltará.

Não tem a possiblidade de resgatar vários prêmios como o modelo anterior, porém, receberá o benefício em dinheiro.

Programas Personalizados

São os individuais, não são tão conhecidos com o de coalizão, mas mesmo assim são populares. São criação de cada empresa que deseja oferecer o beneficio, sendo que a recompensa são produtos oferecidos dentro  das possibilidades de cada estabelecimento.

Muitas empresas aéreas utilizam o conceito através do programa de milhagem, aonde há o acumulo de pontos e o resgate é com passagens oferecidas dentro da própria empresa.

Qual programa uso?

Pensamos em fazer uma breve explicação para ajudar muitos que querem começar, mas ainda não sabem muito bem.  Vale pensar que o programa tem que ser bem vantajoso para os clientes, pois na hora de decidir, será um grande fator a ser levado em consideração.

Em breve voltaremos com mais textos sobre o mesmo assunto ou outros.

Até a próxima.

 

Posso te ajudar?